Posts

Antes do big data e da explosão de informações que a internet das coisas e as redes sociais nos entregam, muitas das decisões tomadas dentro de uma empresa eram baseadas apenas em intuição e experiência. Havia, claro, a possibilidade de contratar uma pesquisa e análise de mercado, mas, além de serem caras e demoradas, não tinham como analisar o volume de dados com a rapidez que temos hoje.

Esse novo cenário abre uma nova perspectiva de uma atuação, feita a partir de conclusões geradas por análises de dados. Mas para que uma empresa consiga atingir esse patamar, será necessário a implantação de uma cultura data driven.

Que entender melhor esse conceito? Continue lendo!

O que é cultura data driven?

A cultura data driven, ou cultura orientada a dados, permite que uma empresa oriente as suas tomadas de decisões e seus processos com base em indicadores, métricas e achados encontrados com base em dados reais. Esses dados são obtidos e minerados por meio de ferramentas específicas de Business Intelligence e ajudam os gestores a alcançarem resultados mais próximos do planejado.

Com a gestão orientada a dados, as empresas podem construir ações, desenvolver produtos e criar um sistema de comunicação mais eficaz, com o objetivo claro de aumentar a receita e expandir seu negócio.

Grandes players do mercado de entretenimento, como o Netflix e a Marvel, utilizam a mineração de dados e análises preditivas para criar séries e filmes — principalmente sequências — baseadas nos feedbacks e nas referências que o seu publico alvo entrega — é o chamado fan service, que visa entregar o que o fã espera de uma sequência, baseado em pesquisas de comportamento após o lançamento do primeiro filme ou temporada.

Esse fan service pode ser trazido para o mundo corporativo, para que a empresa entregue um produto que atinja a expectativa dos clientes e, até mesmo, receba insights para entregar produtos ou serviços que não foram explorados, mas que são grandes necessidades de seu público-alvo.

Como aplicar a cultura data driven?

Agora que você conhece a base da cultura data driven, vamos a algumas dicas para uma boa aplicação desse conceito em sua empresa. Confira!

Garanta a qualidade dos dados

A qualidade dos dados, ou seja, seu preenchimento, veracidade e atualização é fundamental para iniciar uma cultura data driven. Para navegar no mar de informações que uma empresa produz, é necessário que sejam utilizadas as ferramentas que garantam a qualidade dessas informações e um alinhamento com as estratégias do negócio. 

Democratize os dados

O primeiro passo que a gestão deverá tomar é democratizar os seus dados, ou seja, torná-los disponíveis, estruturados e com um acesso transparente por meio de uma interface intuitiva. É importante que toda a empresa esteja engajada com esse novo momento e treinada para analisar e interpretar os dados disponíveis. Vale lembrar que democratizar os dados não significa abrir mão da segurança destes dados. 

Tenha uma boa governança de dados

Para atingir a cultura data driven, a organização deve ter uma base de governança de dados. Isso porque será necessário administrar o fluxo de dados e criar uma cultura entre os colaboradores — para que as esses dados passem a ter um peso maior e o tratamento correto. Esse procedimento demandará uma política clara e processos organizados, que estruturem todos os passos de coleta, tratamento, atualização e aplicação dos dados, de forma concisa.

A cultura data driven pode ser aplicada em empresas de todos os portes e segmentos. Mesmo aquelas que não têm uma estrutura pronta para começar a sua gestão orientada a dados, pode contratar um parceiro especializado para gerir essa área. É uma excelente forma de contar com ferramentas e profissionais de ponta sem a necessidade de grandes investimentos em equipamentos e contratação.

Esperamos que, após a leitura deste post, você tenha entendido a importância da cultura data driven para sua empresa. Com uma gestão orientada a dados, a corporação conseguirá extrair informações muito mais relevantes e tomar decisões que garantam um diferencial de mercado além de entender melhor os anseios dos clientes e otimizar as rotinas internas.

Quer ficar sempre por dentro das dicas e tendências de inteligência de negócios e gestão do relacionamento com clientes? Cadastre-se em nossa Newsletter e receba mensalmente novidades.

Assim como uma máquina precisa de manutenção, a cultura das empresas precisa ser revista continuamente, ou ela se tornará ineficiente e ultrapassada. Para garantir um crescimento sadio, a cultura da inovação passa a ser um elemento essencial.

Para inovar, não existem mistérios, mas é preciso uma grande dose de criatividade, conhecimento sobre a empresa e seu segmento de atuação e, acima de tudo, da participação de seus colaboradores.

Quer saber o que é a cultura da inovação, quais seus benefícios e como implantá-la em sua empresa? Veja este post e entenda mais sobre o assunto.

O que é a cultura de inovação?

A cultura da inovação pode ser entendida como um método que visa fazer uma empresa evoluir por meio da revisão de sua cultura organizacional, processos e a adoção de novas técnicas e tecnologias.

Para implantá-la, é preciso que se crie um ambiente favorável à inovação, onde todos tenham a oportunidade de expor suas ideias e, assim, fazer com que a empresa consiga produzir cada vez mais, gastando menos.

Outro fator crítico de sucesso é o preparo e o envolvimento das lideranças e da alta gestão, proporcionando um exemplo a ser seguido por seus colaboradores. Antes de dizer não para uma nova ideia, é preciso pensar em sua viabilidade e se perguntar: “por que não?”.

Muitas vezes, as melhores soluções vêm de um ponto de vista inesperado e que estava passando desapercebido aos olhos dos gestores, mas que proporciona a tomada de decisões estratégicas.

Qual sua importância e suas vantagens?

Por meio da cultura da inovação, a empresa consegue encarar situações adversas com muito mais tranquilidade e agilidade, além de aumentar a sua percepção em relação às oportunidades de mercado.

Outra vantagem é a possibilidade de construção de um diferencial que a tornará pioneira em seu segmento de mercado, destacando-se dos concorrentes e aumentando sua visibilidade no mercado.

A cultura da inovação demonstra a sua importância na sobrevivência das empresas em um mercado cada vez mais competitivo. Se sua empresa ainda não investe em inovação, tenha a certeza de que um de seus concorrentes está fazendo.

Como preparar seus colaboradores?

Investir em inovação não é apenas comprar novos equipamentos, mas sim uma mudança na cultura da empresa e, para dar certo, é necessária a participação de todos os colaboradores da empresa.

Abra espaço para novas ideias

Como dissemos, para que a cultura da inovação funcione, é preciso construir um ambiente propício para o seu desenvolvimento. A empresa deverá ir além do discurso e abrir espaço para que todos exponham as suas ideias sem censura.

Incentive a criação coletiva

Estimular a cooperação entre pessoas com diversos tipos de conhecimento é uma receita que sempre traz bons frutos. Incentivar o trabalho em equipe possibilita a troca de experiências e o enriquecimento da solução proposta. Lembre-se que ninguém consegue inovar sozinho.

Mantenha o processo contínuo

O ato de inovar não deverá ser algo isolado ou que dura apenas um dia ou mês. A implantação dessa cultura é um trabalho contínuo e não pode ser deixado de lado, então, mantenha seus colaboradores motivados e engajados com os objetivos propostos pela empresa.

Planeje e avalie os resultados

Assim como qualquer outro projeto empresarial, é preciso que se crie um planejamento com objetivos claros para a cultura da inovação. Nesse planejamento, deverão estar descritos os valores disponibilizados para cada ideia aprovada e quais os métodos avaliativos para verificar a efetividade de cada uma delas.

É importante ter em mente que, ao trabalhar com inovação, o erro está presente, faz parte do aprendizado e não deverá ser condenado, contanto que não seja intencional.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a cultura da inovação, aproveite para assinar a nossa newsletter e receber as melhores informações em seu e-mail!